Maior hospital de campanha do Recife para Covid-19 é desativado após alta de último paciente

 

Foto: Andréa Rego Barros/Prefeitura do Recife/Divulgação


O Hospital Provisório Recife 2, localizado no bairro dos Coelhos, área central do Recife, registrou a alta do último paciente que estava internado no local e foi, oficialmente, desativado. O espaço foi o maior dos sete hospitais provisórios voltados para o combate à Covid-19 construídos pelo município, segundo a prefeitura, e chegou a ter 350 leitos ativos.

Com o fechamento desse hospital provisório, permanecem abertos 464 leitos, sendo 242 de UTI e outros 222 de enfermaria na rede municipal do Recife, segundo a prefeitura.

O policial militar da reserva Ivan Luiz Monteiro, de 58 anos, foi o último paciente a receber alta no local, no domingo (24). Ele ficou internado durante 12 dias e passou pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

 

A desativação do hospital de campanha acontece foi anunciada no dia 11 de agosto e, no dia seguinte, o local deixou de receber novos pacientes. Segundo a prefeitura, o fechamento da unidade se deu porque a ocupação dos leitos está baixa de forma consolidada.

 

De acordo com a Secretaria de Saúde do Recife (Sesau), ao longo dessa semana são desmontadas as estruturas das paredes, teto e pisos do hospital. Os equipamentos médico-hospitalares já foram retirados e encaminhados para outras unidades de saúde municipais, como o Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, em Areias.

 

Parte dos equipamentos fica temporariamente guardada em galpões caso algum dos hospitais desativados precise voltar a ativa, de acordo com a quantidade de contaminados pelo novo coronavírus no Recife.

 



Por G1 PE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre Socorro Parente do cartório de Ouricuri-PE

Agentes comunitários de saúde e de endemias de Santa Cruz-PE reivindicam plano de cargos e carreiras para a categoria

Compesa informa abastecimento em Granito PE