domingo, 10 de abril de 2022

Co-deputadas Juntas conseguem aprovação para produção de maconha medicinal pelo LAFEPE


As co-deputadas da mandata Juntas comemoraram a aprovação em plenário da assembleia legislativa de Pernambuco que inicie a produção da maconha medicinal pelo LAFEPE (Laboratório Farmacêutico de Pernambuco) através do SUS.

Segundo a Anvisa, no mercado nacional é possível adquirir um medicamento e sete produtos derivados da cannabis de modo legal. Em maio de 2020, chegou às prateleiras o primeiro produto derivado de cannabis fabricado no país.

O primeiro fármaco derivado da maconha a ter registro aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em 2017. Indicado para adultos com rigidez muscular relacionada à esclerose múltipla, ele é importado da Inglaterra e vendido a 3 mil reais.

“O direito à saúde deve ser garantido a todos e todas indistintamente, o que inclui a garantia do tratamento adequado, orientado por médico assistente, ao controle e tratamento de qualquer doença. Cabe ao SUS viabilizar a produção e distribuição de remédio com canabinoides para a população que precisa! O Governo do Estado não pode permitir que vivam à mercê da insegurança de uma tutela judicial”, disseram as co-deputadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vereador Iran Severo participa ativamente dos eventos que celebraram os 119 anos de Ouricuri

Foto: Hércules Felix Durante as comemorações dos 119 anos de emancipação política de Ouricuri-PE, o vereador e presidente da Câmara, Iran Se...